RSS

Campanha 12 dias de clamor para 12 meses de bênçãos 2011

03 dez

Apresentação da Campanha

A paz é semeada por pessoas pacificas que possuem atitudes pacificadoras. O mundo, as instituições e os relacionamentos sofrem pela ausência desse tipo de pessoa, e ser um pacificador é obra que transcende os limites da racionalidade e da capacidade humana: É obra do Espírito Santo no caráter do crente que busca a Deus!

Ninguém diz: “Serei um pacificador”, e imediatamente se transforma num semeador de paz, simplesmente porque deseja isso. A Bíblia diz que as guerras nascem das paixões que estão dentro das pessoas (Tiago 4.1). Essas paixões se transformam em cobiças e, então, lutamos (fazemos guerra) para conquistar o que desejamos (Tiago 4.2). E todas as pessoas possuem paixões e cobiças que precisam ser vencidas a fim de que elas se tornem pacificadoras!

Semear paz por meio de atitudes pacificadoras é tarefa daquele que pela busca continua de Deus enche-se do Espírito Santo (Efésios 5.18), o qual se manifesta através dos seus frutos nas atitudes do pacificador. O fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio.

Jesus disse que os pacificadores serão felizes e o preço dessa felicidade é perder bens, posições e o que for preciso para manter a paz:

“Bem aventurados os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus”.

Mateus 5.9

    Deus é feliz e essa felicidade prometida aos pacificadores ocorre pela identificação com o próprio Deus. É fazer parte da genética espiritual divina, a qual gera satisfação em qualquer circunstancia.

Metodologia da Campanha

    Em 2011 vamos trilhar o caminho da paz por meio de renuncias que se façam necessárias para se obter a felicidade. Esse caminho começa com o clamor, pois reconhecemos que sem Deus nada podemos ser nem fazer!

Esse material se propõe a apresentar um roteiro como sugestão da organização da campanha na igreja. Nele encontramos para cada dia da campanha um modelo de liturgia para o culto, um esboço com tópicos a ser desenvolvido pelo pregador, uma proposta de consagração feita pelas pessoas que estarão fazendo a Campanha e sugestões de motivos de oração para apresentar a igreja como proposta para o clamor daquela Noite. Por doze Dias vamos clamar e nos consagrar a Deus pela busca da pacificação que gera felicidade.

    Não olhe para esse material como um produto pronto e acabado, pois para chegar nesse ponto ele depende de você que é um pastor e vai dirigir essa campanha. Coloque sobre as sugestões feitas para a mensagem do culto da Noite, bem como para as sugestões de motivos de clamor no final do culto aquilo que Deus falou ao seu coração e a sua mente quando você estava se preparando para a Campanha. Lembre-se que existe um clima no culto da sua igreja que não é igual em nenhuma outra igreja e o momento que você estiver vivendo com o seu povo é especial e particular. Também o Espírito Santo tem uma forma artesanal de tratar com cada igreja local. Seja sensível ao Espírito de Deus!

O conteúdo bíblico da campanha

Vamos abordar algumas áreas que precisam de paz e clamaremos pelo socorro divino em cada uma delas!

Use (ou não) o esboço que apresento como sugestão para a mensagem do culto, mas não deixe de ler e meditar na Palavra para receber revelações de Deus que sejam especificas para as pessoas que estarão na sua igreja naquela Noite.

A cada culto oriente os participantes da Campanha sobre o propósito sugerido de consagração para o dia seguinte. Fique a vontade para adaptar ou mudar o propósito, conforme a sua realidade.

Incentive as pessoas a virem todos os dias. Quanto àqueles que perderem algum dia da Campanha tenha o cuidado para que sejam motivados a continuarem vindo nos outros dias.

Levantemos, unidos, um Clamor pela paz e assim seremos chamados filhos de Deus!

1ª Dia        Clamor em batalha espiritual pela paz            ___/___/___

2ª Dia        Clamor pela paz com Deus                    ___/___/___

3ª Dia        Clamor pela paz na família                    ___/___/___

4ª Dia         Clamor pela paz nos relacionamentos            ___/___/___

5ª Dia        Clamor pela paz física (saúde)                ___/___/___

6ª Dia         Clamor pela paz emocional                    ___/___/___

7ª Dia         Clamor pela paz mental                    ___/___/___

8ª Dia         Clamor pela paz financeira                    ___/___/___

9ª Dia        Clamor pela paz no trabalho                    ___/___/___

10ª Dia         Clamor pela paz no Brasil                    ___/___/___

11ª Dia         Clamor pela paz na igreja                    ___/___/___

12ª Dia         Clamor pela paz nas decisões                ___/___/___

 

Boa campanha!

1ª Dia                CLAMOR EM BATALHA ESPIRITUAL PELA PAZ

Consagração do dia: Jejum em abstinência total de sólidos e líquidos pelo período de 12, 15, 18 ou 24 horas (cada pessoa determina qual o período que vai adotar).

Temática: Viver em paz é a proposta de Deus para cada pessoa. É verdade que essa paz é uma dádiva divina (João 14.27), e também é verdade que o inimigo de nossa alma procura roubar-nos tirando do nosso alcance tudo que Deus nos entregou gratuitamente. A paz de Jesus não é uma conquista humana, mas a preservação dela é o compromisso de todos os crentes. Portanto, recebemos gratuitamente a paz e precisamos nos esforçar (Efésios 4.3) para preservá-la diante dos ataques malignos.

Mensagem

“Então saiu outro cavalo; e este era vermelho. Seu cavaleiro recebeu poder para tirar a paz da terra e fazer que os homens se matassem uns aos outros”.

Apocalipse 6.4

O quadro escatológico indica uma verdade aplicável para qualquer época: Toda contenda humana é fruto de um ataque externo que objetiva “… tirar a paz da terra
e fazer que os homens se matem uns aos outros”.

Essa intervenção ocorre:

  • Como expressão da carne que tomada por desejos cobiçosos gera todo tipo de guerra e contenda (Gálatas 5.17).
  • Como expressão maligna que influencia a mente humana com idéias e raciocínios de contenda entre as pessoas, inflamando-as uma contra as outras por meio daquilo que o Apóstolo Paulo chama de “dardos inflamados” (Efésios 6.16).

Batalha Espiritual é a luta do crente contra a carne para não satisfazer seus desejos egoístas e pecaminosos (Efésios 6.12). Também é a luta para destruir esses racíocinios tolos que promovem separação e contenda entre as pessoas (II Coríntios 10.5).

Lutamos nas regiões celestiais usando das armas poderosas que estão ao nosso alcance (II Coríntios 10.4) das quais destacamos o Clamor.

Motivos de Clamor:

  1. Vamos Clamar a Deus para vencmos a nossa natureza carnal e declarar aos brados que ela está condicionada a viver pela fé em Jesus Cristo (Gálatas 2.20).
  2. Vamos Clamar por uma mente pura e liberta das setas malignas que se manifestam por meio de pensamentos, os quais às vezes julgamos que são nossos, mas na verdade são de procedência maligna (Efésios 2.3).

 

2ª Dia                            CLAMOR PELA PAZ COM DEUS

Consagração do dia: Hoje é dia de abster-se da televisão e da internet com fins de lazer.

Temática: Todo tipo de paz observado nessa Campanha deriva da paz com Deus. Quem não tem paz com Deus não desfrutará dela nas outras áreas de sua vida. A paz com Deus resulta do perdão dos pecados feitos mediante o sacrifício de Jesus na Cruz. Quando alguém se arrepende dos seus pecados e confessa Jesus, imediatamente o Senhor sela essa pessoa com a sua paz.

“Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo”.

Romanos 5.1

Hoje precisamos clamar por perdão! Se quisermos paz com Deus precisamos estar perdoados de todos os pecados e vivermos para Ele! A Bíblia declara que os pecados separam as pessoas de Deus (Isaías 59.2) e quem peca perde a sua presença (Romanos 3.23).

Vamos aprender as verdades de Romanos 5.1:

  • A paz com Deus é conseqüência do perdão dos pecados, e este é oriundo do arrependimento. Se alguém diz que se arrependeu de seus pecados (e os abandonou), mas continua sem paz com Deus tal pessoa é mentirosa, pois se ele estiver dizendo a verdade, então Deus é mentiroso (Romanos 3.4).
  • A fé em Deus e a confiança de que a sua Palavra é a verdade desencadeiam esse processo de arrependimento-perdão-paz com Deus. Se alguém diz que tem fé, mas esse processo não está em andamento, então tal pessoa não fala a verdade.
  • Jesus é o autor desse processo em nossa vida. Ele por meio do Espírito Santo nos convence dos nossos pecados, nos perdoa e nos reconcilia com Deus. Não é uma obra humana para que ninguém se glorie (Efésios 2.8-9). Entramos apenas com a fé.

De posse dessas informações clamamos com os discípulos: “Senhor, acrescenta-nos a fé” (Lucas 17.5).

Motivos de oração:

  1. Vamos clamar a Deus pelo perdão de pecados.
  2. Vamos clamar de forma intercessória por aqueles que não podem ver e entender.

 

3ª Dia                            CLAMOR PELA PAZ NA FAMÍLIA

Consagração do dia: Nada de chocolate. Abstinência de chocolate em suas diversas formas.

Temática: O primeiro e mais importante ambiente para a nossa convivência é na família, e isso implica que pessoas que não possuem paz nos relacionamentos dentro de sua própria casa nunca irão experimentar paz perfeita em outros relacionamentos. Amizades e relacionamento fraterno com os irmãos na igreja, assim como o relacionamneto com Deus ficam truncados quando não existe paz no lar.

Mensagem

“Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor”.

Hebreus 12.14(AA)

O dueto paz e santidade caminham juntos: São parceiros inseparaveis.

Jesus é o príncipe da Paz (Isaías 9.6) e a paz que Ele nos dá é diferente da paz que o mundo oferece (João 14.27). Daí conclui-se que a pessoa que almeja ter paz precisa viver com Jesus. Pergunto: É possível viver com Jesus e também com o pecado? Temos dois caminhos à nossa frente e devemos escolher por qual deles vamos andar: Caminhar com Jesus e sua paz e isso nos condiciona a buscar a santidade pessoal ou viver em pecado abdicando de Jesus e da sua paz.

Nossa casa é o lugar e nossa família é a instituição onde somos o que somos de verdade. Lá ficamos a vontade! Não podemos usar máscaras e nem maquiarmos nosso caráter. Lá é o nosso “Santo dos Santos”! É ali, em nossa casa e na nossa familia, que somos santos ou pecadores!

A Palavra diz que devemos “Seguir” a paz e a santificação. Isso indica que elas vão à nossa frente e:

  • Indicam o rumo que devemos dar em nossas vidas. São decisivas para nossas decisões do dia a dia (Colossenses 3.15).
  • Mostram que devemos ser pacíficos e santos em todos os lugares e situações, sendo que tudo começa no lar.

Portanto, não faça nada sem ter paz e não permita que qualquer coisa que você faça prejudique a sua santidade pessoal, sob pena de perder a visão sobre quem Deus é (não ver a Deus).

Tome cuidado para não confundir a paz de Deus com a paz do seu coração. A primeira está completamente comprometida com os princípios da Palavra de Deus, enquanto a outra é manipulada pelos nossos impulsos e atende aos apelos das pressões da vida (Jeremias 17.9).

Motivos de oração:

  1. Vamos clamar a Deus pela paz em nossa família.
  2. Vamos clamar pela pureza do nosso coração, a fim de que ele na nos engane.

 

4ª Dia                 CLAMOR PELA PAZ NOS RELACIONAMENTOS

Consagração do dia: Café e Cafeína. Hoje é dia de abster-se de café, chá e outros produtos que contenha cafeína (coca-cola por ex.). 

Temática: Você já pensou se vivesse numa ilha distante sem ninguém por perto? No meio dos conflitos talvez pensasse: Seria maravilhoso. Todavia na realidade é impossível viver, e viver bem, estando isolado de todas as pessoas. Quem se isola não é sábio (Provérbios 18.1), pois não tem com quem aprender e nem a quem ensinar. Fomos criados para os relacionamentos.

Mensagem

“O amigo ama em todos os momentos; é um irmão na adversidade”.

Provérbios 17.17.

Não podemos viver sozinhos. Precisamos de relacionamento com outras pessoas e escolher pessoas certas é muito importante. A Bíblia incentiva ao afastamento das más companhias, pois elas corrompem os bons costumes (I Coríntios 15.33) e geram infelicidade (Salmo 1º). Todavia, conforme o texto acima ela recomenda as boas amizades.

Os relacionamentos mais significativos são afetivos, sentimentais e nascem nos momentos de angustias.

Também relacionamentos saudáveis são construtivos e satisfazem a necessidade de sociabilidade. Lembre-se sempre que os bons relacionamentos são construtivos e tome cuidado com aqueles relacionamentos que estão destruindo coisas importantes na sua vida. Existem relacionamentos que destroem a vida com Deus, a família, o caráter… Abandone radicalmente esses relacionamentos… O bom relacionamento é construtivo.

Neemias desejava construir os muros de Jerusalém, então se ajuntou a amigos que o ajudaram nessa importante tarefa.

“Cheguei a Jerusalém e, depois de três dias de permanência ali, saí de Dia com alguns dos meus amigos…”.

Neemias
2.11,12.

Motivos de oração:

  1. Vamos clamar a Deus pela paz em nossas amizades.
  2. Vamos clamar por amizades duradouras que vençam dificuldades.

 

5ª Dia                        CLAMOR PELA PAZ FÍSICA (SAÚDE)

Consagração do dia: Nada de Esportes. Hoje os atletas vão descansar. Nossa corrida é espiritual.

Temática: É muito ruim ficar doente! Qualquer tipo de mal estar ou dor despontencializa e rouba as energias necessárias para o que pretendemos fazer. Agora, quando estou escrevendo esse texto estou muito bem, mas hoje eu não tinha acordado disposto. Sentia um mal estar e tomei algumas providências antes de começar esse trabalho: Um café forte e uma caminhada – foi o suficiente. Porém, nem sempre andar e tomar café resolve o problema, pois na maioria dos casos a origem da doença tem cunho espiritual e/ou emocional. Quando a causa é espiritual o tratamento também é espiritual!

Mensagem

“O coração tranqüilo é a vida da carne; a inveja, porém, é a podridão dos ossos”.

Provérbios 14.30 (AA)

A maioria dos problemas físicos que passamos estão relacionados com a maneira como encaramos as pressões da vida! São as causas psicossomáticas. As inquietações, as preocupações e as aflições não possuem em si mesmas, capacidade para nos adoecer, mas a maneira como as tratamos pode levar a morte.

Jesus foi incisivo: “Não devemos nos preocupar com as coisas dessa vida” (Mateus 6.25 – parafraseado). Ele não diria para fazermos alguma coisa se não pudermos fazê-lo (I João 5.3).

O que você pensa a respeito de alguem que não acredita no que Jesus fala? Essa pessoa é um crente ou um incrédulo? Se Deus diz que Ele cuida de nós, por isso não devemos nos preocupar e nem ficarmos ansiosos – e Ele o diz (I Pedro 5.7), mas nós ficamos ansiosos e preocupados somos crentes ou incrédulos?

Deus também diz para não desejarmos as coisas dos outros (Gálatas 5.26), pois isso é inveja.

Portanto, a inveja e a intranquilidade adoecem as pessoas e para esses tipos de doenças o nosso café e caminhada é crer em Deus e estar contente com o que temos. Para as outras doenças Jesus faz milagres!

Motivos de oração:

  1. Vamos clamar a Deus pela nossa fé. Os discípulos clamaram a Jesus “aumenta-nos a fé“. (Lucas 17.5)
  2. Vamos clamar pela cura das doenças, pois Jesus levou sobre si as nossas dores (Isaías 53.4).

 

6ª Dia                         CLAMOR PELA PAZ EMOCIONAL    

Consagração do dia: Jejum de carnes. Vamos deixar os bichinhos em paz.

Temática: Talvez a dor emocional seja uma das mais agudas e destrutivas experiências que uma pessoa possa experimentar. Aquela angústia que corta o coração e abate a alma roubando o ânimo e levando à depreciação de si mesmo é algo indescritível.

Mensagem

“Sinto-me muito fraco e totalmente esmagado; meu coração geme de angústia”.

Salmo 38.8

Debaixo do efeito da culpa pelo pecado cometido com Bate-Seba Davi sente-se excluído da presença de Deus e faz a mais completa definição dos sentimentos que envolvem emoções feridas e sem paz.

 

Além de sentir-se fraco, esmagado e angustiado pela falta de paz emocional, ele também declara que o seu corpo está doente (v. 03); sente-se um insensato (v. 05); está abatido e sem rumo na vida (v. 06). Usa a expressão de cegueira para dizer que perdeu o discernimento das coisas (v. 10); não tem paciência para ouvir as pessoas e não deseja falar com ninguém (v. 13), ainda perdeu os amigos (v. 11) e sente que os inimigos o perseguem (v. 12).

 

O quadro é completo na medida em que demonstra o que acontece com a pessoa que perde a paz emocional. Nos dias modernos isso foi apelidado de “depressão“.

O caminho para a cura emocional que proporciona paz está em:

  • Confessar a Culpa – V. 18. Em muitos casos a culpa é simplesmente o fato de não confiar em Deus.
  • Esperar em Deus – V. 15. O socorro humano para os males emocionais às vezes se mostra como um bom paliativo, nunca como uma cura completa.
  • Clamar a Deus – V. 22. Buscá-lo incessantemente.

Motivos de oração:

  1. Vamos clamar a Deus por aqueles que estão acometidos pelos males emocionais e nem tem olhos para perceber.
  2. Vamos clamar pela alegria da salvação que é a nossa força (Habacuque 3.18).

 

7ª Dia                             CLAMOR PELA PAZ MENTAL    

Consagração do dia: Nada de leite e derivados. A vaquinha esta de folga.

Temática: É ali em nossas mentes e através dos pensamentos que todas as coisas têm origem. Por isso toda artilharia maligna se volta por meio de tudo que existe para minar a mente humana com pessimismo, derrota e iniqüidade. As pessoas ficam medrosas e improdutivas quando mentalmente não possuem paz. Diante de grande desafio (suceder Moisés, conquistar a terra prometida fazendo a distribuição da mesma entre as tribos de Israel) Deus ordenou a Josué que cuidasse dos seus pensamentos. Esse foi o caminho indicado para conquistar, e se você quiser conquistar precisa ter paz mental.

Mensagem

“e a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus”.

Filipenses 4.7(AA)

A maior conquista que alguém pode ter é viver com paz mental. Dela provem todas as outras realizações! A paz mental é um tespuro precioso e que viabiliza a possibilidade de conquistar bons relacionamentos, empreender sucesso profissional e financeiro, além de produzir bem estar e saúde. Todavia, todo ouro do mundo não pode gerar paz mental.

O apósto Paulo indica que:

  • A paz é de Deus, ou seja, vêm de Deus. Sem Deus em sua vida você nunca saberá o que é a verdadeira paz. Jesus entrega essa paz aos crentes.
  • A paz não é circunstancial. Mesmo que as situações sejam turbulentas e o mar da vida esteja agitado é possível viver interiormente uma paz inexplicável. Ela é maior do que a capacidade humana de entendê-la.
  • A paz é protetora. Ela guarda o nascedouro de todas as nossas ações, emoções e pensamentos – a mente e o coração. Essa proteção dá segurança para realizar e conquistar.

A paz mental dada por Deus não pode ser relativizada diante das circunstâncias. Pessoas que justificam pelas circunstancias contrarias seus temores oriundos da falta de paz não conhecerão a paz mental e ficarão travadas na vida.

Motivos de oração:

  • Vamos clamar a Deus pelo destravamento mental. A mente das pessoas está perturbada porque elas não conseguem aceitar e crer no que Deus fala.
  • Vamos clamar pelas conquistas nas diversas áreas da vida em consequencia da paz mental.

 

8ª Dia                             CLAMOR PELA PAZ FINANCEIRA

Consagração do dia: Hoje não tem doces. Vamos deixar o açúcar para as formigas.

Temática: Não acredito que haja alguém adulto que nunca ficou preocupado, pelo menos alguns minutos, por questões financeiras a ponto de perder a paz. O pobre perde a paz pela falta de dinheiro e o rico por tê-lo em excesso. Isso é fato! Daí conclui-se que falta de paz financeira não está relacionada com o ter ou não dinheiro. Penso que ela ocorre pela qualidade de envolvimento emocional que se nutre em relação tanto aos bens como a Deus. Quanto maior o apego a Deus menor serão as perturbações financeiras ao passo que na mesma escala quanto mais apegado ao dinheiro serão maiores as preocupações que roubam a paz.

Mensagem

“Sujeite-se a Deus, fique em paz com ele, e a prosperidade virá a você”.

Jó 22.21

 

Embora o Conselho de Elifaz fosse fundamentado numa interpretação errônea sobre a causa do sofrimento pelo qual o servo de Deus está passando, a essência do conselho em si era correta. Elifaz defende a idéia de que por meio da sujeição a Deus, do guardar a Sua Palavra no coração (v. 22), por voltar-se para o Todo-Poderoso abandonando a injustiça (v. 23), em deleitar-se mais em Deus que no ouro (v. 24-26), orar e obedecer (v. 27), preocupar-se com a recuperação dos pecadores (v. 29,30); haverá uma paz com Deus que redundará em prosperidade.

 

Elifaz assevera que não precisamos nos preocupar com a prosperidade financeira em si, mas devemos no ocupar em alimentar nossa paz com Deus.

 

Salomão em Provérbios 17.1 complementa dizendo que:

 

“Melhor é um pedaço de pão seco com paz e tranqüilidade do que uma casa onde há banquetes, e muitas brigas”.

 

O prazer da paz é superior ao bem estar que os bens materiais podem oferecer. Isso não é uma apologia à pobreza, mas a constatação de que se houver a necessidade de optar entre uma coisa e outra é melhor ficar com a paz.

 

A paz é melhor alimento do que aquele que o dinheiro pode comprar. Enquanto esse compra um prazer momentâneo, aquele promove um bem estar eterno.

 

Motivos de oração:

  1. Vamos clamar a Deus pela libertação de nossa mente com relação aos conceitos financeiros que o sistema do mundo tenta colocar em nós.
  2. Vamos clamar pela prosperidade material desde que acompanhada pela paz de Deus.
  3. Vamos clamar para que o nosso coração não esteja apegado aos bens desse mundo (Sam 62.10).

 

9ª Dia                        CLAMOR PELA PAZ NO TRABALHO

Consagração do dia: Dieta de Daniel. Hoje só vamos nos alimentar de Frutas, verduras e legumes.

Temática: Passamos a maior parte do tempo de nossas vidas no ambiente de trabalho, mais até do que em nossas casas e igreja. Ali está a maior possibilidade dos relacionamentos se tornarem conflitante. Para impedir isso alguns nutrem relacionamentos superficiais o que gera um doutrinamento pessoal na superficialidade. Outras pessoas pelo contato próximo e continuo nutrem pecaminosidade. A paz no trabalho carece de uma atenção em especial.

Mensagem

“Você comerá do fruto do seu trabalho, e será feliz e próspero”.

Salmo 128.2

Você percebe como a promessa de Deus é clara? Ela demonstra um desejo maravilhoso pelo nosso bem. Veja no que implica esse desejo de Deus:

  • Suprimento: “Você comerá”. Não vai faltar nada para você e sua família.
  • Realização: “do seu trabalho”. O trabalho não deve ser visto como um castigo, antes como uma ocupação que possibilita realizações. Dê graças a Deus pelo seu trabalho, seja qual for e independentemente da remuneração. Mais do que o salário você tem uma promessa.
  • Felicidade e Prosperidade. Não é isso que todo mundo deseja? A promessa de Deus para você é a felicidade que produz bem estar e a prosperidade em tudo (III João 1.2).

Alguém que possui todas essas coisas irá desfrutar de paz no seu trabalho. Suprimento, realização, felicidade e prosperidade eliminarão de sua vida o peso e a angustia. Trabalhe com alegria, pois o teu patrão chama-se Jesus Cristo (Colossenses 3.23).

Motivos de oração:

  1. Vamos clamar a Deus pelo nosso ambiente de trabalho.
  2. Vamos clamar pela família dos nossos colegas de trabalho.

 

10ª Dia                             CLAMOR PELA PAZ NO BRASIL

Consagração do dia: Nada de massas. Deixar de lado macarrão e outros tipos de massas. Cuidado com a coxinha!

Temática: O Espírito Santo nos convoca a orar pelas autoridades objetivando a paz em nosso País (I Timóteo 2.1-2). Alguém pode perguntar por que a despeito das nossas orações algumas autoridades permanecem incrédulas e injustas? Nossas orações possuem efeitos tremendos em nós mesmos na medida em que nos aproximam de Deus e nas situações geradas por Deus para que coisas sejam mudadas. Todavia, quando oramos por outras pessoas Deus age nas circunstancias sobre a vida dessas pessoas, mas a decisão de mudança pertence a elas. Se os seus corações forem duros elas poderão permanecer teimosamente no erro, por isso terão justa condenação.

Mensagem

“Disse ele ao povo de Judá: “Vamos construir estas cidades com muros ao redor, fortificadas com torres, portas e trancas. A terra ainda é nossa, porque temos buscado o Senhor, o nosso Deus; nós o buscamos, e ele nos tem concedido paz em nossas fronteiras”. Eles então as construíram e prosperaram”.

II Crônicas 14.7

Nossas orações sempre encontram um Deus amoroso e disposto a atender as petições que são justas, mas nem sempre se deparam com pessoas prontas a aceitarem o falar e o fazer de Deus.

Devemos clamar a Deus pelo nosso País para que quando Deus encontrar em alguma autoridade sensibilidade para com Ele, por meio dessa autoridade estabeleça paz social e prosperidade. A paz é estabelecida e junto com ela todos os benesses que ela traz quando existe um líder temente a Deus e um povo que ora!

A Bíblia diz que durante o Reinado de Asa em Judá houve paz por dez anos porque “Asa fez o que o Senhor seu Deus aprova” (II Crônicas 14.2) e “ordenou ao povo que buscasse o Senhor (Vs. 4).

Veja o que acontece quando existe essa junção de um líder temente a Deus e um povo que ora:

  • Existe segurança no País, pois as cidades estão fortificadas com torres, trancas e portas.
  • Ladrões não roubam o que nos pertence, pois a terra é nossa.
  • Existe paz dentro do nosso território.

Às vezes olhamos ao redor e falta a paz no Brasil. Isso pode ocorrer pela falta de autoridades tementes a Deus e/ou por falta de orações. A nossa parte é orar e deixemos as autoridades governamentais nas mãos do Senhor.

Motivos de oração:

  1. Vamos clamar a Deus por autoridades tementes e sábias.
  2. Vamos orar pela paz no Brasil.

 

11ª Dia                             CLAMOR PELA PAZ NA IGREJA

Consagração do dia: Dia da família. Sair com a família, reunir em casa, lazer ou alimentação com a família são algumas dicas para passar a maior parte possível do tempo com os seus.

Temática: A igreja local é o lugar onde o Corpo de Cristo invisível tem a sua manifestação visível para o mundo que se destrói no pecado. É através da Igreja Local que os crentes cumprem a sua missão de ser sal da terra e luz do mundo (Mateus 5.13-14). Ali crescem espiritualmente e desenvolvem suas habilidades e dons. Satanás, sabedor disso trabalha incessantemente para destruir a paz entre os irmãos.

Mensagem

“O sal é bom, mas se deixar de ser salgado, como restaurar o seu sabor? Tenham sal em vocês mesmos e vivam em paz uns com os outros.”

Marcos 9.50

O pior lugar para o sal estragar é no saleiro. O sal estragado no saleiro contamina e acaba com a essência de todo sal que ali é colocado. O prejuízo do sal estragado no saleiro é maior do que aquele que se perde na calçada ou no meio do mato.

O Diabo tem um prazer especial no crente que deixa de ser salgado e permanece na igreja. É lógico que o inimigo não mede esforços para que o crente se perca no mundo, mas aquele que se perde dentro da igreja produz uma alegria muito maior no reino do inferno.

Os crentes que vivem em contendas com seus irmãos de fé perdem o sabor e contaminam os crentes novos. A única maneira de não estragar na igreja é mantendo a paz nos relacionamentos com os irmãos. Mas como manter a paz quando temos temperamentos diferentes e pontos de vistas sobre alguns assuntos e comportamentos que são tão antagônicos?

Vejamos algumas dicas para viver em paz com os irmãos:

  • A primeira coisa a compreender é que a paz entre os irmãos é essencial, e que ela é atacada por Satanás e precisa ser defendida com esforço e vigilância (Efésios 4.3).
  • É preciso abandonar o orgulho de pensar que somos melhores que os outros, e então vamos reconhecer que todos os irmãos estão servindo a Deus da forma como entendem ser o melhor, mesmo que alguns estejam equivocados, mas não somos nós os juízes para decidir quem está equivocado.
  • É preciso ter humildade para respeitar aqueles que não concordam conosco.

Em Atos 9.31 diz que a igreja crescia porque tinha paz. Quando preservamos a paz estamos contribuindo com a evangelização de pessoas, mesmo se não sabemos pregar com palavras ou somos tímidos a ponto de não conseguirmos dar um folheto para alguém.

Motivos de oração:

  1. Vamos Clamar a Deus por um coração manso e humilde que nos conduza a olhar para os irmãos sem considerarmo-nos melhores ou mais espirituais do que eles.
  2. Vamos clamar pelo crescimento da igreja por meio da paz.

 

12ª Dia                         CLAMOR PELA PAZ NAS DECISÕES

Consagração do dia: Dia de Festa. Vamos celebrar e fazer tudo que nos dê alegria, mas lembre-se: Nada de pecado!

Temática: Uma pessoa sem paz interior é uma bomba que vai explodir a qualquer momento. Essa bomba explode nas decisões que ela toma. A nossa vida é o resultado das nossas escolhas, e essas acontecem mediante as nossas decisões. Decidir errado sobre casamento, trabalho, igreja e relacionamentos, dentre outras coisas, gera frustração e vida inconsequente.

Mensagem

“Que a paz de Cristo seja o juiz em seu coração, visto que vocês foram chamados para viver em paz, como membros de um só corpo. E sejam agradecidos”.

Colossenses 3.15 (NVI)

Você já reparou como é difícil tomar decisões sobre algumas coisas na vida? Com quem casar? É ou não a melhor hora de trocar de emprego? Gastar o dinheiro que tenho com aquela viagem vale à pena? Como reagir àquela provocação? Ir ou não a festa?

Algumas decisões parecem simples, mas depois de algum tempo o resultado indica que aquele não foi o melhor caminho. Certamente todos já passaram por isso!

O conselho divino é consultar a paz no coração, mas como ter certeza que a paz que eu sinto não é fruto do enganoso coração que possuo (Jeremias 17.9)?

Vejamos algumas dicas para ter paz de Deus em nosso coração:

  • Conheça a Deus por meio da sua Palavra e não de forma instintiva baseado em emoções. Para conhecê-Lo pela Palavra é preciso guardá-la no coração (Salmo 119.11). Guardar a Palavra de Deus no coração é permitir que ela controle suas emoções. É andar em obediência aos seus princípios mesmo quando não entendemos ou estamos sendo contrariados pelo que Deus fala. Isso é um exercício que quando praticado de forma disciplinada e continua molda o nosso caráter.
  • Entenda o viver em paz como um chamado de Deus e um estilo de vida; nunca como uma opção.
  • Viva como membro do Corpo de Cristo e não se isole dos demais irmãos, mesmo diante das dificuldades de relacionamento.
  • Alimente gratidão a Deus por tudo que acontece na sua vida, principalmente pelas coisas que você não entende.

Depois que você tomou uma decisão, se a paz de Deus não testificar sobre a decisão tomada, não hesite em voltar atrás, abandone o orgulho e siga o caminho indicado pela paz de Deus. Decisões corretas produzem alegria e satisfação. Portanto as pessoas que tomam decisões e consultam a paz de Deus irão prosperar em tudo.

Motivos de oração:

  1. Clamor pela coragem para tomar decisões.
  2. Clamor pela humildade em reconhecer decisões erradas quando a paz fugir do coração.

Observações:

  • Todos os textos estão na NVI com exceção daqueles marcados com (AA) para os quais foi usada a versão Almeida Atualizada.

Material elaborado pelo Pastor Joel Stevanatto para a

Campanha dos 12 dias de Clamor para 12 meses de bênçãos de 2011.

About these ads
 
14 Comentários

Publicado por em 3 de dezembro de 2010 em AGENDA 2011 - pregações e viagens

 

14 Respostas para “Campanha 12 dias de clamor para 12 meses de bênçãos 2011

  1. Jose

    22 de dezembro de 2010 at 8:50

    Muito especial os temas dos doze dias clamor, propício nos dias de hoje para nós, (igreja)

     
    • joelstevanatto

      31 de dezembro de 2010 at 13:58

      Obrigado pelos seus comentários.

       
  2. Rosilda FElix Preto

    31 de dezembro de 2010 at 11:07

    A paz do Senhor
    Muito boa essa sugestao, muito obrigada, que Deus continue usando a sua vida para nos abençoar tb.

     
    • joelstevanatto

      31 de dezembro de 2010 at 13:57

      Obrigado pela sua participação e comentários.

       
  3. maria auxiliadora de oliveira

    2 de janeiro de 2011 at 13:08

    essa campanha e muito boa. No ano passado eu partcipei foi otimo obrigado que Deus continui abençoando i

     
  4. Fabiana teles

    3 de janeiro de 2011 at 16:22

    olá pastor estamos usando esse material em nossa igreja mais estamos com dificuldades de encontrar louvores que tratem dos temas gostaria de ajuda obrigado a paz do senhor

     
    • joelstevanatto

      3 de janeiro de 2011 at 16:52

      Eu também teria dificuldades para indicar louvores, mas segue o email da minha esposa que é a ministra de louvor em nossa igreja e ela poderá lhe orientar: leostevanatto@hotmail.com

       
  5. VERONICA

    5 de janeiro de 2011 at 14:02

    A paz so senhor, pastor estamos usando esse material em nossa igreja mais estamos com dificuldades de encontrar louvores poderia nos ajudar.

     
  6. VERONICA

    5 de janeiro de 2011 at 14:03

    A paz so senhor, pastor estamos usando esse material em nossa igreja mais estamos com dificuldades de encontrar louvores poderia nos ajudar. veronica_evolusom@hotmail.com

     
    • joelstevanatto

      5 de janeiro de 2011 at 17:40

      pOR FAVOR, vERONICA
      fAÇA CONTATO COM MINHA ESPOSA PELO EMAIL DELA E ELA PODERÁ LHE AJUDAR, leostevanatto@hotmail.com

       
  7. Ana Paula Fonte

    10 de janeiro de 2011 at 19:14

    Paz do Senhor,
    obrigada por publicar integralmente a campanha com suas abstinências,temas e etc.

     
  8. NILSON COSTA SOUSA

    9 de dezembro de 2012 at 16:21

    GOSTEI MUITO, JA FIZ A 1ª CAMPANHA EM 2010 E ESTAMOS ORANDO E NOS PROGAMANDO PARA A 2ª CAMPANHA. SE TIVER ALGUM MATERIAL PARA NOS FORNECER, AGRADECEMOS.

     
    • joelstevanatto

      12 de dezembro de 2012 at 22:45

      Entre no site do Conselho Nacional das igrejas O Brasil para CRisto e faça o Donwloud da Campanha 2013.

       
    • joelstevanatto

      7 de janeiro de 2013 at 10:02

      Pr NILSON COSTA SOUSA

      Para acesso o link abaixo para baixar no formato PDF o conteúdo da Campanha de Clamor 2013-01-07
      http://www.obpcmandaqui.com.br/artigos.php?opt=D&categ=149&artigo_id=2102

      Edmundo – Internet OBPC Mandaqui

       

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 3.529 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: